Tomada de Refúgio

Buda Shakyamuni – estátua localizada em Thimphu, Butão.

Buda Shakyamuni – estátua localizada em Thimphu, Butão.

Dia 27 de agosto,
domingo,
às 10:00 horas

Nesse dia, Lama Pema Rangdol concederá o Voto de Refúgio para aqueles que desejam ingressar no caminho budista.

A Cerimônia de Tomada de Refúgio

Qualquer pessoa que adote a filosofia budista de vida pode considerar-se como um simpatizante, podendo mesmo sentir-se budista “em espírito”. Porém, a entrada na via budista tibetana se faz pela Tomada de Refúgio. Na cerimônia de Tomada de Refúgio o Lama concede o voto de refúgio ao praticante. Esse voto pressupõe alguns compromissos em relação à via budista: em primeiro lugar, o praticante reconhece que o seu objetivo é atingir o Estado de Buda, para o bem de todos os seres; em segundo lugar, se compromete a seguir o Dharma (os ensinamentos budistas); e, por fim, compromete-se a ter como guias e companheiros nesta via espiritual a Sangha, isso é, os mestres e os outros praticantes budistas que tenham alcançado a realização da natureza da mente.

Programação

Antes da cerimônia propriamente dita, Lama Pema ensinará o que é o Refúgio e qual o seu significado.

Observações:

  • para tomar o Refúgio é necessário enviar o seu nome completo e telefones para o email contato@ktc.org.br, ou anotá-lo na lista disponível na loja da KTC, até o dia 26 de agosto, pela manhã (esse é um evento gratuito, porém, para que os preparativos necessários possam ser realizados, fazemos uma lista de participantes);
  • solicitamos chegar com antecedência de, pelo menos, 30 minutos;
  • o tempo de duração da cerimônia, em geral, varia entre uma hora e trinta minutos e, no máximo, duas horas, dependendo  do número de participantes;
  • ao final da cerimônia, seguindo a tradição do budismo tibetano, em agradecimento e reconhecimento, será realizado o ritual de oferecimento de khata ao mestre, durante o qual cada um poderá fazer a sua oferenda ao Lama Pema;
  • é muito auspicioso trazer flores, como oferendas, para serem colocadas no altar.


Comentários