Monastérios budistas: um pouco da história de Palchen Choeling

Palchen Choeling, Sikkim

O monastério de Palchen Choeling, ou Ralang, como muitas vezes é chamado, está situado na parte sul do Sikkim. Todos os anos, no mês de novembro, a dança sagrada do protetor Mahakala é ali realizada.

A construção do monastério está relacionada com uma história ocorrida no século XVIII, durante o reinado do IV Choegyal (rei do Sikkim). Conta-se que em Tsurphu, no Tibete, S.S. Gyalwang Karmapa realizou uma Rabney (benção) para o rei. De acordo com essa cerimônia, S.S. Karmapa jogou uma porção de grãos de sua mão. Alguns desses grãos caíram perto, enquanto outros voaram para longe. Eventualmente, os grãos que voaram para longe acabaram caindo e o terreno onde eles caíram tornou-se o local para o Monastério de Ralang.

XII Gyaltsab Rinpoche

Um dos mais significativos, bem como mais abençoados monastérios no Sikkim, Ralang é a residência de Sua Eminência Gyaltsap Rinpoche, um dos quatro regentes cuja responsabilidade é assegurar a continuidade da linhagem Karma Kagyu.

 

Palchen Choeling 4

Entre 1975 e 1981, o monastério de Ralang foi reconstruído, dando lugar a um novo mosteiro, terminado em 1995, e conhecido como Instituto Monástico Palchen Choeling.

O Palchen Choeling conserva a arquitetura tibetana, sendo o maior mosteiro do Sikkim. Sua arquitetura e pinturas foram meticulosamente realizadas, de modo a manter a autenticidade dos mosteiros Kagyupa originários do Tibete.

Veja mais sobre esse monastério clicando aqui.

 

Fonte: http://www.khoryug.com/monastery-pages/palchen/

Fotos: https://www.facebook.com/kawang.cmt

 

 



Comentários