O Buda da Medicina (Sangye Menla)

Sangye Menla - o Buda da Medicina

Sangye Menla – o Buda da Medicina

 

Em um passado distante, quando o Buda da Medicina era um Bodhisattva, dizia-se que ele havia feito doze votos através do poder de sua compaixão. Tais votos incluíam a tarefa de despertar as mentes das pessoas para a Bodhichitta; prover os seres dos materiais necessários para as suas vidas; conduzir os seres para o caminho da sabedoria e das ações benéficas; e aliviar as pessoas das deformidades, doenças e outros sofrimentos físicos. Depois de muitas vidas dedicadas a cumprir seus votos, o Bodhisattva atingiu a completa iluminação, tornando-se aquele que hoje conhecemos como o Buda da Medicina. Hoje em dia, o que se diz é que ele mora no reino da Terra Pura Vaiduryanirbhasa, ou “Puro Lápis-Lazúli”, acompanhado por dois bodhisattvas que simbolizam o sol e a lua: Bodhisattva Suyaprabha e Candraprabha.

O Buda da Medicina é representado sentado em posição de lótus, sua cor de pele é lápis-lazúli e ele está vestido com as roupas de um monge budista. Em sua mão esquerda ele segura um pote cor de lápis-lazúli contendo néctar medicinal. E sua mão direita, segurando um cabo de uma myrobalan*, repousa em seu joelho.

Se realizada regularmente, os benefícios advindos da prática do Buda da Medicina são inumeráveis e inimagináveis, sendo descritos de forma extensiva nos dois Sutras de Menla.

Em todas as escolas de filosofia budista, Menla é a única cerimônia unanimemente adotada para os ritos de longevidade e a purificação dos mortos. Este ritual era celebrado diante da estátua de Jowo em Lhasa, como também, diante da representação de Djang Tchup Sempa no mosteiro de Samye.

Mandala de Sangye Menla

Mandala de Sangye Menla

Com a certeza de que não existem maiores benefícios do que aqueles que são engendrados por este ritual, Acharya Tshewang realizou essa prática, no domingo, dia 22 de dezembro,  para que tudo fosse auspicioso tanto no encerramento de 2013, quanto na chegada do novo ano.

Em 2014, o puja de Sangye Menla, foi realizado no dia 21 de dezembro. A partir de então, a prática do Buda da Medicina vem sendo realizada com maior frequência.

O texto utilizado na KTC é uma prece composta por Karma Chakme Rinpoche (Raga Asya).
Karma Chakme (1613-1678) é considerado como uma emanação da mente de Amitabha e seu nascimento foi profetizado por Guru Rinpoche. Ele também foi apontado pelo X Karmapa, Choying Dorje, como sendo uma emanação de sua própria atividade, enquanto um detentor e divulgador dos ensinamentos de nossa linhagem.

 

Que tudo seja auspicioso!

Possam todos se beneficiar!

 

*Myrobalan (mirobálano ou arura) é uma árvore dos Himalaias, conhecida pelos seus poderes curativos.



Comentários